Por aqui se terminam e se iniciam novos capítulos. Capítulos que me completam cada vez mais. Que fazem toda a questão de ficar registados no rosto. Que não me deixam esquecer aquilo que fui. Que tornam presente as origens. Que me lançam na saudade, na verdadeira saudade, SAUDADE que lá vai e que por cá ficou.  
Pena, pena todos os momentos não serem como este. Ter tão definido aquilo que em que me estou a tornar. Às vezes (quase sempre) esqueço-me do que quero ser, de como eu quero ser recordado… mas pelos acontecimentos que me rodeiam, o esquecido rapidamente passa a lembrado.
A favor da saudade mas contra o destino.
Amante do pensamento e dos sentimentos mas contra o destino.
Prefiro acreditar que se trata de um mero acaso em detrimento do destino.
 
publicado por jamrj às 18:21